domingo, novembro 19, 2017

PROIBIÇÃO DE EVENTOS LGBT NA TURQUIA...

As autoridades turcas informaram hoje que proibiram a realização de todos os eventos organizados por grupos LGBTI (lésbicas, gays, bissexuais, transexuais e intersexuais) em Ancara, "para proteger a segurança pública". 
Citado pela agência Associated Press, o gabinete do governador de Ancara referiu que a restrição foi imposta “para proteger a segurança pública”, uma vez que os eventos podem causar animosidade entre os diferentes grupos, colocando em período a “saúde e moralidade”, bem como os direitos e liberdades dos restantes cidadãos.
O gabinete do governador referiu ainda que alguns grupos podem sentir-se provocados pelos eventos LGBTI, agindo contra os participantes devido a “certas sensibilidades sociais”.
A proibição abrange todas as exibições de filmes, peças de teatro, painéis e exposições LGBTI.
A medida, que entrou em vigor no dia 18 de Novembro, irá prolongar-se por tempo indefinido.
*
Fonte: http://24.sapo.pt/atualidade/artigos/autoridades-turcas-proibem-eventos-lgbti-em-ancara

* * *

Que grupos é que se podem sentir «provocados» pela simples exibição de um filme gay?... Então mas mas mas... então mas o Islão não é a «religião da paz» e não dá lições históricas de tolerância e etc. e tal?...
Enfim, assim se esvai o laicismo da Turquia, um país que toda a classe parlamentar tuga continuar a querer enfiar pela Europa adentro... será que vão realizar-se protestos «espontâneos» de militantes LGBT diante de embaixadas da Turquia?...

CIP NÃO QUER AUMENTO DO SALÁRIO MÍNIMO PARA SEISCENTOS EUROS

António Saraiva afirmou que o Orçamento do Estado para 2018 "cria expectativas às famílias, mas decepção às empresas".
O presidente da Confederação Empresarial de Portugal (CIP), António Saraiva, afirmou hoje, em entrevista conjunta à Antena1 e ao Jornal de Negócios, que não há disponibilidade para aceitar a proposta de 600 euros de salário mínimo para 2018.
Na entrevista, António Saraiva considerou que a proposta de aumento do salário mínimo para 600 euros, defendida pelo PCP, é "uma luta partidária" dos comunistas com o Bloco de Esquerda.
"Não é que o salário mínimo não devesse ser - assim o país tivesse condições e as empresas para o suportarem - dessa dimensão. Vejo nessa argumentação do PC uma luta partidária com o Bloco de Esquerda", disse António Saraiva.
Questionado sobre um possível aumento do salário mínimo para 580 euros, o empresário disse que a CIP não fará desse valor "um cavalo de batalha" e que só tomará posição depois de saber a proposta do Governo.
O presidente da CIP afirmou ainda que o Orçamento do Estado (OE) para 2018 "cria expectativas às famílias, mas decepção às empresas".
Do OE, António Saraiva reconheceu a importância de algumas medidas incluídas no programa Capitalizar, mas no geral "aquilo que está para as empresas é muito escasso" e penaliza a "atractividade do investimento".
"Estamos cansados de alguns dos dossiês não nos respeitarem", disse, referindo que na confederação está ser feita uma "reflexão" para "encontrar formas imaginativas" de fazer valer os direitos das empresas junto do Governo.
*
Fonte: https://www.dn.pt/dinheiro/interior/cip-indisponivel-para-aumentar-salario-minimo-para-600-euros-8928149.html

* * *

Isso mesmo... um ordenado mínimo de seiscentos euros ainda é uma coisa muito complicada cá pelo burgo, que este país está a melhorar economicamente mas não demasiado, encontra-se ainda muito acima da Grécia, claro!, embora a puta da Grécia tenha um caralho de um ordenado mínimo de setecentos euros há já vários anos, mas enfim, como dizia um certo primeiro-ministro, «Portugal não é a Grécia!», ah pois não é não... Até já na Eslovénia o ordenado mínimo é mais elevado do que em Portugal... 
Que continuem pois a esmagar o povinho e se depois o BE aumentar novamente a votação, nessa altura façam mais cagaçal histérico a guinchar que «ai que horror, vem aí o PREC, vamos ficar pobrezinhos!!!!»... 

PSD QUER DIMINUIR IMPOSTOS... SOBRE OS GRANDES PROPRIETÁRIOS, CLARO...

O PCP propõe a redução da taxa máxima do IMI para o,4%, prosseguindo o caminho iniciado em 2016, quando baixou de 0,5% para 0,45%. O CDS-PP acompanha o PSD no desejo de baixar impostos sobre o capital e os grandes proprietários.
A proposta dos comunistas, já entregue na semana passada, prevê uma redução de 0,05 pontos percentuais à taxa máxima do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI). O PCP recorda que «a actualização do valor patrimonial dos imóveis imposta pelo anterior governo PSD/CDS levou a enormes aumentos de IMI para as famílias, agravando desta forma as suas condições económicas e dificultando em muitos casos a manutenção da habitação».
A redução da taxa máxima do IMI de 0,5% para 0,45% foi incluída no Orçamento do Estado para 2016 por proposta do PCP.
Também o PSD e o CDS-PP querem uma redução do IMI, mas para os grandes proprietários. Os dois partidos querem extinguir o adicional ao IMI, que incide sobre os contribuintes com património imobiliário superior a 600 mil euros.
O partido liderado por Assunção Cristas está alinhado com o seu antigo parceiro de governo no que toca à política fiscal e acompanha várias das propostas anunciadas pelo PSD. Ambos querem a redução da taxa de IRC em dois pontos percentuais, para 19%, já no próximo ano, e a redução da taxa liberatória de IRS para os rendimentos prediais para 23%.
Esta última proposta pretende aliviar os impostos sobre os proprietários, sendo tanto mais vantajoso, quanto mais prédios arrendados e mais altas forem as rendas associadas. Também nesta matéria, o PCP já avançou com uma proposta em sentido contrário – obrigando o englobamento dos rendimentos de capital e prediais acima dos 100 mil euros, que seriam assim tributados à taxa normal.
*
Fonte: https://www.abrilabril.pt/nacional/pcp-propoe-baixa-de-imi-e-direita-quer-menos-impostos-sobre-grandes-proprietarios

* * *

A direitinha par(a)lamentar continua a apoiar descaradamente os mais ricos em detrimento dos mais pobres - porque quanto menos dinheiro dos mais ricos for recolhido pelo Estado, mais dinheiro o Estado terá de recolher do resto da massa popular... - e depois guincha que «vem aí o PREC!!!»...

SEGURANÇAS PALESTINIANOS ARMADOS EM TORNO DA EMBAIXADA DA PALESTINA EM BRASÍLIA?...

Notícia curiosa de anteontem que me chega pelo Facebook:
Após fechar com cones, por conta própria, todas as vias que circundam a Embaixada da Palestina, os seguranças palestinos armados com AK-47 impediam os carros de passarem, ameaçando-os com os luzis. 
Um tenente do EB accionou a PM-DF que ao chegar no local foi ameaçada pelos mesmos seguranças, seguindo o protocolo diplomático a PM-DF accionou então a PF , que deu voz de prisão aos palestinos, e conduziu todos à esquadra federal de Brasília.
*
Fonte: https://www.facebook.com/groups/naoaexpansaodoislaonaeuropa/?multi_permalinks=900554786758548&notif_id=1510872246809331&notif_t=group_highlights

POLÍCIA DA CATALUNHA ATINGE A TIRO UM MOURO QUE GRITAVA EM ÁRABE

A polícia da Catalunha e a Guarda Civil dispararam, esta madrugada, contra um condutor que, após ser interceptado, abandonou a viatura com um objecto não identificado, enquanto proferia frases em Árabe.
Fonte oficial da polícia da Catalunha disse à agência EFE que o incidente ocorreu pelas 00:15, na zona de portagens da autoestrada AP-7, em Girona, quando um homem mostrou um "comportamento estranho", após os agentes da Guarda Civil terem ordenado que parasse a viatura e se identificasse.
Conforme avança a polícia regional, o homem, que poderá sofrer de transtornos mentais ou estar sob o efeito de drogas, gritava frases em Árabe e, após abandonar o automóvel, carregava um objecto que as autoridades não conseguiram identificar.
A Guarda Civil acabou por pedir reforços à polícia da Catalunha, que decidiu disparar contra o condutor.
O suspeito foi transferido para o hospital Josep Trueta de Girona, onde permanece com prognóstico reservado.
A polícia está a investigar o incidente, tendo já posto de parte a hipótese de se tratar de um ataque terrorista.
*
Fonte: https://www.dn.pt/mundo/interior/policia-espanhola-dispara-contra-condutor-que-gritava-frases-em-arabe-8927016.html

* * *

Nesta outra fonte, http://www.dailymail.co.uk/news/article-5095595/Police-shoot-man-saying-Allah-Great-Spain-border.html?ito=social-facebook, diz-se que o norte-africano gritou «Allahu Akbar!», ou «Alá é o maior!» (e não «Alá é grande!», como costuma ser traduzido no Ocidente), um berro supremacista muçulmano que nos últimos tempos tem sido proferido em ataques islamistas... Quem não quer ser lobo não lhe veste a pele e a Europa não é o Médio Oriente. 

sábado, novembro 18, 2017

EXCURSIONISTAS EMPURRAM UM JAVALI POR UMA RIBANCEIRA ABAIXO


https://www.youtube.com/watch?v=pV9okHINLrk

No vídeo acima, sete caminhantes resolvem provocar um javali com um pau e acabar por fazê-lo cair por uma escarpada ribanceira. A cena teve lugar na Ruta del Cares, nos Picos da Europa e no sítio não havia, ao que parece, nenhum atirador especial do «Animal Liberation Front» ou coisa assim para eliminar prontamente os agressores. O mundo não é um lugar perfeito, às vezes a justiça tarda.

MORREU MALCOLM YOUNG


Uma saudação póstuma é devida ao músico escocês Malcolm Young, um dos fundadores dos australianos AC/DC, que esticou hoje o pernil e viveu uma vida em prol do Hard'n'Heavy e do Heavy Metal. A terra lhe seja leve.

SOBRE O ESTADO QUE A ELITE REINANTE IMPINGE AOS FRANCESES

A França está prestes a homenagear as vítimas dos ataques terroristas de 13 de Novembro de 2015. O que foi feito nesses dois anos desde então?
As autoridades francesas estão indemnizando mais de 2.500 vítimas dos ataques jihadistas ocorridos em Paris e Saint-Denis, as quais receberão 64 milhões de euros. Importantes conquistas também foram alcançadas pelas unidades anti-terroristas. De acordo com uma consulta realizada pelo semanário L'Express, nos últimos dois anos foram frustrados 32 ataques terroristas, 625 armas de fogo foram apreendidas, 4.457 pessoas suspeitas de terem ligações jihadistas foram revistadas e a 752 pessoas foram aplicadas a prisão domiciliar. Mas a impressão geral é a de um país "debilitado no fundo da alma".
Em 1939 o jornalista espanhol, antifascista, Manuel Chaves Nogales, fugiu para França onde testemunhou o colapso da República Francesa diante da invasão alemã. O seu livro "A Agonia de França" poderia muito bem ter sido escrito nos dias de hoje. Nogales escreveu que, enquanto os soldados alemães marchavam por Paris, os franceses saíam dos cinemas "ainda a tempo para o apéritif no bistro".
Depois de duas meninas francesas serem assassinadas por um islamista em Marselha no mês passado, o colunista Mathieu Bock-Côté salientou que França está a passar por "um processo de decomposição nacional e civilizacional que as autoridades decidiram acompanhar e moderar, sem nenhuma disposição de contrariar e acabar com esse estado de coisas, como se fosse inevitável". Ao que tudo indica, entendeu perfeitamente o que está a acontecer.
O ex-presidente francês François Hollande sequer tentou a reeleição, o sucessor, Emmanuel Macron, recusa-se a falar sobre o Islão e parece aceitar a irreversível capitulação diante do estado de medo e perigo. O exército francês não conseguiu libertar Raca, na Síria, conforme havia prometido após os ataques. "A França destruirá o ISIL", disse Hollande após a carnificina em Paris, mas foram as forças norte-americanas e curdas que liberaram de facto a capital do Estado Islâmico. Há 15.000 islamistas franceses a ser monitorizados pelos serviços de inteligência franceses. Enquanto isso, nos últimos dez anos 40 mil judeus fugiram de França.
A segurança do cidadão comum francês não mais está garantida. A violência islamista pode aparecer em qualquer lugar e atacar os que estão fardados e também os que não estão. Todos os cidadãos franceses são alvos numa guerra onde, para os terroristas islamistas, vale tudo.
No parlamento de França, as vozes "islamo-esquerdistas" estão cada vez mais ousadas. A classe política consome o tempo com "obras inclusivas" para as escolas, com fertilização in vitro para solteiros e gays e multas, 'in loco', para "machistas" importunadores. Nenhum terrorista francês que realizou decapitações na Síria perdeu a cidadania francesa. A revista Charlie Hebdo está recebendo novas ameaças de morte, nenhuma publicação francesa importante mostrou solidariedade para com os colegas assassinados imprimindo caricaturas islâmicas. Os parentes das vítimas publicaram livros com títulos do tipo "Vocês Não terão Meu Ódio". Inúmeros integrantes da elite intelectual francesa foram arrastados para os tribunais por suposta "islamofobia".
Enquanto isso, nenhum enclave islamista dentro da República secular foi recuperado e somente 19 mesquitas salafistas foram fechadas.
Recentemente o parlamento francês considerou urgente retirar a imunidade política de Marine Le Pen por ela ter tuitado fotos de vítimas do ISIL, incluindo a do jornalista norte-americano James Foley. "Daesh é ISTO!", salientou ela num post juntamente com as fotos, usando o acrónimo em árabe do ISIL. Deste modo, um país que sofreu 250 assassinatos nas mãos do ISIL, retirou a protecção política de uma líder que já se encontra sob protecção policial por ter difundido imagens de vítimas do ISIL, abrindo assim caminho para acções penais contra ela.
O martírio do Padre Jacques Hamel nas mãos dos islamistas já foi esquecido, o local do massacre ainda está à espera de uma visita do Papa Francisco como sinal de homenagem e condolência. Os juízes franceses estão agora ocupados removendo símbolos cristãos do cenário: no mês passado, em Ploërmel, foi determinada a retirada da cruz que está acima de uma estátua do Papa João Paulo II por supostamente violar a separação igreja/Estado.
Recentemente a presidente da câmara de Paris Anne Hidalgo proibiu a instalação da principal feira natalina da cidade por ter sido considerada insuficientemente elegante. As autoridades e as elites de França estão a destruir, item por item, o legado histórico, religioso e cultural do país para que não sobre mais nada. Uma nação despojada da sua identidade verá a sua força interior extinta. Samuel Pruvot, jornalista da Famille Chrétienne ("Família cristã"), afirmou há pouco que o Cristianismo em França será em breve peça de "museu".
Nos últimos dois anos a cultura francesa foi marcada pela "sensação de fim do mundo". Intelectuais tanto de Esquerda quanto de Direita publicaram ensaios sobre o "suicídio de França", a sua "decadência" e a sua "infeliz identidade". São brilhantes e importantes capturas do estado actual da sociedade francesa. A França agora precisa ir além do luto. Precisa mostrar força, dar a volta por cima.
França agora precisa dar a largada para vencer a guerra ideológica, a mais importante após as prisões e a apreensão das armas. Se França não o fizer, 13 de Novembro de 2015 será lembrado como o dia em que França, conforme ressaltou o sociólogo Shmuel Trigano, "sacrificou as vítimas para não enfrentar os assassinos".
-
Giulio Meotti, Editor Cultural do diário Il Foglio, é jornalista e escritor italiano.
*
Fonte: https://pt.gatestoneinstitute.org/11390/franca-decomposicao

CÃES GUARDAM MEMÓRIA SOBRE QUEM OS ENGANA...

Você já notou que alguns cães ficam cabisbaixos quando os seus donos os repreendem? Ou, que eles ficam muito alegres e saltitantes quando ouvem os seus donos que chegam e brincam com eles? Isto deve-se ao facto de que os cães sabem quando uma pessoa é má ou não.
De certa maneira, sabem se estão a ser bem aceites ou não, tanto por seres humanos, quanto por outros da mesma espécie. Alguns estudos revelaram que eles sabem sentir as emoções dos homens, seja uma cara feliz ou irritada, e que até mesmo eles próprios podem sentir ciúmes. Eles sentem também se uma pessoa é ou não confiável.
Akiko Takaoka, da Universidade de Kyoto no Japão, realizou experiências com cães da seguinte maneira: um rapaz apontou para uma vasilha cheia de comida que estava escondida; depois, apontou para uma vasilha vazia, que assim como a primeira, estava escondida; numa terceira vez, apontou novamente para aquela que estava com comida, e então, os cães não lhe responderam, quando ele indicou onde estava o alimento.
Trocaram de pessoa, e disseram-lhe que indicasse onde estava a comida, a mesma que tinha sido apontada pela última vez, só que com o rapaz anterior. Dessa vez, porém, os cães interessaram-se pelo local indicado e foram atrás desse último homem. Takaoka ficou impressionado. E o que se notou foi que os humanos podem perder a credibilidade dos cães. Portanto, nunca engane o seu cão, ele pode não mais confiar em si.
*
Fonte: https://onoticioso.com/ciencia-confirma-os-caes-podem-sentir-se-uma-pessoa-e-ma-ou-nao/?utm_source=fb_parceiro

HOJE - MANIFESTAÇÃO CONTRA A PRODUÇÃO DE ALIMENTOS A PARTIR DE ANIMAIS

Acção directa de rua e demonstração. Nós trazemos a informação às pessoas numa tentativa de quebrar a ignorância e mostrar a crueldade inerente à produção de carne, leite e ovos. Todas as imagens usadas mostram as práticas padrão para a produção de alimentos em animais.
IMPORTANTE: Por favor, tragam portátil ou tablet. As máscaras dos Anonymous serão dadas no dia. Por favor, usem roupa preta se possível e uma "sweatshirt" também preta.
Verifiquem a bateria dos vossos aparelhos no dia se faz favor.
Horário: 15:30 - 18:00
*
Fonte: https://www.facebook.com/events/180317745884561/

DIA DO OCULTISMO...


O Dia do Ocultismo celebra-se a 18 de Novembro.
Esta comemoração é mundial, dedicando-se este dia do calendário à celebração do que é misterioso, mágico e fora do normal e do compreensível neste mundo natural.
Secretismo, desconhecido, paranormal, escondido e encoberto, são alguns dos sinónimos ligados ao oculto, que como oculto, não se consegue explicar devidamente. A própria origem da celebração do dia do oculto está tapada por um véu de incerteza. Curiosamente, 18 de Novembro é o dia a partir do qual o sol não nasce na cidade de Hammerfest, na Noruega.
Sugestões para o Dia do Ocultismo
Pode celebrar este Dia do Ocultismo da(s) seguinte(s) forma(s):
Visitar uma cartomante
Ter a sina lida
Começar uma sociedade secreta
Usar um tabuleiro ouija
Lançar um feitiço
Rezar uma oração ao(s) Deus(es) em que se acredita
Ler um conto misterioso ou macabro
Investigar sobre o ocultismo na internet
Ver um filme ou série sobre o paranormal
*
Fonte: https://www.calendarr.com/portugal/dia-do-ocultismo/

* * *

Por coincidência ou não, celebra-se esta data no mês dedicado a Diana, (uma) Deusa das Bruxas...

sexta-feira, novembro 17, 2017

GNR SALVOU CÃO EM MOIMENTA DA BEIRA

O Grupo de Intervenção de Protecção e Socorro (GIPS) da GNR resgatou com êxito um cão que havia caído em escarpa de 60 metros, em Moimenta da Beira.
Segundo a Guarda Nacional Republicana, o dono do cão "solicitou ajuda aos militares da GNR quando o seu cão caiu numa escarpa com cerca de 60 metros, junto ao rio Távora, um local de difícil acesso com vegetação muito densa".
Ainda de acordo com a GNR, "devido à exigência técnica e perigosidade do terreno, o resgate foi efectuado por especialistas em Busca e Resgate em Montanha do GIPS que, ao chegaram ao local, encontraram o canídeo com alguns arranhões, desidratado e faminto, tendo sido resgatado e já se encontra com o seu dono".
*
Fonte: https://www.jn.pt/local/noticias/viseu/moimenta-da-beira/interior/gnr-resgata-cao-de-escarpa-de-60-metros-8899975.html

EM COIMBRA - CIRURGIA CURA CEGUEIRA ALEGADAMENTE IRREVERSÍVEL

Às mãos de António Travassos chegam doentes de todo o mundo, à procura de um tratamento para os seus casos considerados sem solução. Cego dos dois olhos, Martinho Santos Martins foi um deles. Hoje sorri de felicidade.
Cinco horas e 18 minutos foi o tempo que três médicos do Centro Cirúrgico de Coimbra levaram a fazer uma cirurgia inédita, a primeira em todo o mundo, que ao doente valeu a luz do dia. A troca de uma parte do olho foi feita como uma simples mudança peças de uma engrenagem que já não funciona… mas de um olho para o outro. Dois dias após a intervenção, o doente a quem tinha sido diagnosticada uma cegueira irreversível já conseguia contar os cinco dedos de uma mão à distância de um metro.
“Se a cegueira é curável, só há uma solução: é fazer tudo aquilo que podemos para curar o doente. Essa é a nossa missão”, diz António Travassos, cirurgião oftalmologista fundador do Centro Cirúrgico de Coimbra, que não pousou o bisturi quando, em Dezembro de 2014, Martinho Santos Martins ali entrou com uma cegueira bilateral. “Estava completamente deprimido quando chegou, e hoje só consegue sorrir. Mesmo com os olhos ainda tapados, o senhor só sorria.”
O doente de Bragança, com 69 anos, foi submetido, no final de Julho deste ano, a uma translocação (ou deslocação) do segmento anterior do olho, uma cirurgia nunca realizada com sucesso até hoje. António Travassos, o cirurgião principal, conseguiu o “enxerto perfeito”. Ou seja, recortou um círculo perfeito para poder transplantar toda a córnea (a parte da frente do olho que cobre a íris e a pupila) e ainda uma coroa circular de esclera (a região branca do olho) do olho esquerdo para o olho direito.
O resultado surpreendeu até o médico, que nunca deu certezas de cura ao doente. Depois da cirurgia, Martinho Santos Martins, que ao entrar no bloco operatório não controlava as lágrimas, percorria então os corredores do Centro Cirúrgico de Coimbra de forma autónoma, e com a visão recuperada no olho direito de 1/10 (do ponto de vista legal, a cegueira existe quando o melhor olho tem uma acuidade inferior a esse valor).
Apesar de todas as dificuldades ao longo do tempo, a esperança nunca abandonou o doente que desde cedo conviveu com a cegueira. O olho direito, se não o atraiçoam as memórias da infância, nunca tinha tido visão. A zona da córnea encontrava-se esbranquiçada (leucocórnea), o que impedia Martinho Santos Martins de ver desse olho. Mais tarde na vida, uma trombose no olho esquerdo roubou-lhe a única janela para o mundo.
Foi operado em França, onde esteve emigrado, e tentou ainda tratamentos em Espanha, mas nada trouxe a visão a Martinho Santos Martins. A cegueira era irreversível para os médicos que o observavam – com a excepção de António Travassos, a quem recorreu, já quase sem esperança, no final de 2014.
“Com o exame de visometria, concluímos que o olho direito do doente, embora estando cego, tinha uma acuidade de visão de 2/10, porque as estruturas da parte posterior estavam funcionais”, diz António Travassos. Este foi o motivo que levou o médico a avançar confiante para a cirurgia, mas sempre com a ameaça de ter de extrair o olho.
Houve uma primeira cirurgia em Coimbra, que consistiu em trocar a córnea do olho esquerdo – o olho que estava também cego pela trombose mas que tinha a córnea saudável – para o olho direito, com a córnea esbranquiçada desde a infância. E para o olho esquerdo transplantou-se a córnea de um dador. “Conseguimos resultados, do ponto de vista anatómico, para o olho esquerdo, e do ponto de vista funcional para o olho direito [que conseguiu agora recuperar a visão]”, diz António Travassos. “Nada fazia prever o que aconteceu depois”, diz ainda o médico.
Após esta primeira cirurgia, o inesperado por todos surgiu: o doente teve uma rejeição da sua própria córnea no olho direito. “Ninguém esperava que o melting da córnea acontecesse após a cirurgia. O doente tinha recuperado a visão e voltou a perdê-la.” O melting da córnea é uma reacção auto-imune rara, que consiste na inflamação da córnea, como se derretesse até à sua perfuração.
“Em vez de retirarmos o olho, resolvemos esperar que tudo estabilizasse, para encontrar uma solução.” E foi isto que a equipa de médicos fez. Após algum tempo, surgiu então a hipótese de uma nova cirurgia devolver a visão a Martinho Santos Martins.
A técnica nunca tinha sido realizada em parte nenhuma do mundo, mas António Travassos, famoso por resolver situações aparentemente sem solução, avançou para a sala de operações. “Nunca pude dar esperanças ao doente. Mesmo antes de entrar em cirurgia tive de lhe dizer que havia a hipótese de ter de se eviscerar o olho. Entrou no bloco sem controlar as lágrimas.”
A segunda cirurgia, na qual participaram ainda os oftalmologistas José Galveia e Sofia Travassos, filha de António Travassos, teve os seguintes passos: transportou-se toda a córnea (que o doente já tinha recebido de um dador) e a coroa circular de esclera do olho esquerdo para o olho direito, aquele que tinha tido a reacção auto-imune. Por isso se designa translocação. Quanto à córnea que foi rejeitada, voltou para o olho esquerdo, aquele que se mantém cego.
A coroa de esclera funcionou como uma espécie de aba para se deslocar toda a córnea, sem se alterar o ângulo da câmara anterior. A manutenção do ângulo da câmara anterior evitou complicações, como o desenvolvimento de hipertensão ocular, que levariam ao insucesso da intervenção. O caso clínico bem sucedido terá os seus resultados publicados no Atlas de Oftalmologia RL- Eye, uma edição do Centro Cirúrgico de Coimbra.
“Esta cirurgia prova que nunca devemos desistir de fazer o melhor por cada doente e, neste caso específico, tínhamos de tentar proporcionar melhor qualidade de vida, porque este era um caso em que a alternativa era deixar manter o doente na cegueira”, diz António Travassos. “É uma verdadeira lição. A lição de que não devemos retirar um olho que tenha ainda percepção luminosa. É sempre possível pensar de maneira diferente.”
Geralmente, os doentes com a córnea esbranquiçada ficam sem tratamento, ou são submetidos a uma cirurgia para substituir parte da córnea por matéria orgânica inerte e transparente (queratoprótese). Mas esta nunca foi uma hipótese ponderada por António Travassos: “Em toda a minha vida, vi quatro doentes com queratoprótese. Todos eles sofreram inúmeras complicações e voltaram a cegar.”
Com a cirurgia da translocação de uma parte dos olhos feita há mais de um mês, o doente não teve até agora qualquer tipo de complicações. “Em oftalmologia também se fazem milagres”, diz Martinho Santos Martins, citado num comunicado do centro. E o prognóstico é que possa ir recuperando gradualmente alguma visão. “Conseguimos ainda manter o olho esquerdo que, apesar de não ter visão, de um ponto de vista anatómico e estético era importante”, diz o médico. “Se nesta fase não tivermos complicações, a probabilidade de as termos no futuro é mínima.”
“Continuar a sonhar”
António Travassos fundou o Centro Cirúrgico de Coimbra há 16 anos, e hoje recebe lá doentes de pelo menos 44 países. “As pessoas andam por todo o lado e quando começam a ficar desesperadas chegam aqui ao centro.”
Dos países árabes chega uma grande parte destes doentes, geralmente pessoas com um estatuto económico e social muito elevado. “Uma vez operei uma irmã de um rei sem saber quem era. Mas, para mim, o que interessava era que tinha ali uma doente como todos os outros”, conta António Travassos. “Há pouco tempo tive também o caso de um doente árabe que não recebeu um visto de Portugal para vir ao centro tratar-se. Isto é muito estranho, sobretudo quando se quer desenvolver o turismo de saúde.”
A tecnologia de ponta que usa, como bisturis de diamante, permite-lhe aperfeiçoar cada vez mais a sua arte. A gravação em 3D das cirurgias é outro aspecto inédito do seu trabalho. “Em Dezembro de 2009 só se falava no filme 3D ‘Avatar’, e eu pensei: por que não aplicar isto na cirurgia?” Com a ajuda da empresa Sony, que cedeu o equipamento, começou a filmar todas as intervenções cirúrgicas, o que resulta hoje em mais de três milhões e meio de imagens. “Hoje temos memória futura. Não podemos chegar a conclusões científicas [só] com o que os outros escreveram. Temos de documentar, é assim que se faz ciência.”
Com mais de 60.000 cirurgias realizadas, o médico de 65 anos fez parte da sua formação nos Estados Unidos, onde praticou cirurgia em macacos. “Foi na altura um privilégio, porque os macacos eram muito caros.” Quando, em 1981, regressou a Portugal para integrar os Hospitais da Universidade de Coimbra, encontrou casos complicadíssimos para começar a sua carreira. “São hoje os meus grandes amigos, os doentes daquela época, pelos quais lutei para lhes devolver a visão.”
Hoje, no Centro Cirúrgico de Coimbra, António Travassos salva da escuridão os milhares de doentes que todos os anos lhe chegam ao consultório. “Há sempre uma aprendizagem contínua. Esta é a luta contra a cegueira. E a possibilidade de pormos os doentes a ver é que nos faz andar nesta loucura constante de continuar a sonhar.”
*
Fonte: http://www.lusopt.pt/saude/2858-ultima-cirurgia-poe-cego-de-dois-olhos-a-ver#

NA ZONA MAIS AFRICANIZADA DO PAÍS - «JOVEM» ATACA A POLÍCIA, AMEAÇA DE MORTE AS AUTORIDADES, MAS MESMO ASSIM FICA EM LIBERDADE...

Quando a patrulha da PSP, constituída por quatro polícias, chegou ao bairro Casal de São José, em Mem Martins, Sintra, estavam entre 40 a 50 jovens na rua. Eram cinco da manhã da madrugada de domingo. A queixa apresentada por um morador dava conta de barulho em excesso na sequência de uma festa de aniversário. Os agentes foram recebidos à pedrada e com garrafas de vidro, o que levou a patrulha a ter de chamar reforços – nomeadamente uma Equipa de Intervenção Rápida. Perante o avanço da multidão, um dos agentes disparou para o ar, o que motivou a fuga do grupo. Apenas um agressor foi identificado e detido, mas, presente ao juiz, ficou em liberdade, sujeito a Termo de Identidade e Residência. 
Ao que o CM apurou, o agressor de 19 anos tem sete processos pendentes - três deles precisamente por ofensas à integridade física. Ao longo da detenção, o jovem fez várias ameaças aos polícias. "Vão morrer todos, cambada de bófias de m..." e "vão arrepender-se", foram algumas. 
Apesar do trabalho difícil e do arremesso de pedras e de garrafas, nenhum dos polícias precisou de receber tratamento médico. Entretanto, ontem, o director nacional da PSP, superintendente-chefe Luís Farinha, enviou um email para todo o efectivo, com cerca de 22 mil polícias, onde comenta as agressões aos agentes e promete mais meios: "A direcção nacional está a procurar a obtenção dos meios e a adopção dos procedimentos operacionais de auto-protecção mais adequados, para reduzir os riscos no desempenho da sua missão". 
"Há um sentimento de impunidade. Nem na Bósnia vivi isto"  
"Infelizmente, há um grande sentimento de impunidade. Sou polícia há 28 anos, já passei por missões na Bósnia e no Kosovo e não fui atacado assim". As palavras são do chefe Carlos Meireles, da esquadra da PSP do Montijo, que foi agredido na tarde de sábado quando socorria uma mulher que estava a ser maltratada pelo filho. Segundo o CM apurou, a vítima recusou dar cinco euros ao agressor para comprar droga. O agente está de baixa. 
"Agressões gratuitas e sem justificação" 
O superintendente-chefe Luís Farinha, director nacional da PSP mandou um email ao efectivo. "Manifesto a todos os polícias a minha solidariedade e apoio. Ao longo dos últimos meses, registaram-se várias situações de agressão a polícias, agressões gratuitas e sem contexto justificativo, algumas divulgadas nos órgãos de comunicação social", começa por dizer o director nacional Luís Farinha. 
Ministro Eduardo Cabrita, ministro da Administração Interna, lamentou todas as agressões às forças de segurança. "Queremos uma polícia mais bem preparada. A formação é essencial", considerou o ministro. "Trafico em casa" O agressor estuda na escola Secundária de Mem Martins. No Facebook, o jovem diz que "trafica em casa". Apresentou-se a tribunal em Lunes e ficou sujeito a termo de identidade e residência. 
Mais de 380 agentes da PSP foram agredidos desde o início do ano. As associações sindicais queixam-se que os juízes não valorizam este tipo de crime e não aplicam prisão preventiva a agressores. 
*
Fonte: http://www.cmjornal.pt/portugal/detalhe/vao-morrer-todos-cambada-de-bofias

* * *

Que pena o veículo que o transportava não ter tido um acidente grave do qual só os polícias se salvassem... é que pelos vistos não há outra maneira de os Portugueses se verem livres de merda desta, que passa a vida a queixar-se mas não se vai embora daqui para fora nem por nada, que nojo e revolta que esta escumalha mete... E depois seria a vez dos juízes responsáveis por certas decisões como a deste e doutros casos, também eles teriam de ser julgados...

MST RECONHECE QUE A POLÍTICA POPULISTA DE TRUMP AFINAL... FUNCIONA...

Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no habitual espaço de comentário no Jornal da Noite, a visita de Donald Trump à Ásia.
*
Fonte: http://expresso.sapo.pt/internacional/2017-11-13-Trump-parece-estar-a-colher-frutos-de-uma-politica-de-confronto   -   Página com vídeo incorporado

* * *

É saboroso ouvir o fulano dizer que afinal a política de «brutismo» (sic) de Trump... afinal resulta, como ele próprio reconhece - a respeito dos EUA com a política de Trump, diz o jornalista que «Estão a ser respeitados como antes não eram tanto, se calhar. Ou seja, o populismo, o brutismo, a ameaça, tudo isso funciona»...
Que chatice, a puta da Sra. Realidade dar razão aos populistas, o mundo não é como os «caviares» de Esquerda e Direita ocidentais queriam que fosse...

NA CHINA HÁ POLÍTICOS ACUSADOS DE ACREDITAR EM DEUSES E FANTASMAS MAS NÃO NO COMUNISMO...

Alguns políticos chineses são culpados de praticar feitiçaria e preferem acreditar em gurus e conceitos ocidentais de democracia a crer no Partido Comunista, acusou Chen Xi, líder do Departamento de Organização - poderoso órgão responsável pelas nomeações de cargos políticos e de empresas estatais.
"Alguns não acreditam em Marx e Lenin, mas em fantasmas e deuses, não acreditam em ideais, mas acreditam na feitiçaria, não respeitam as pessoas, mas respeitam os mestres", escreveu Xi no jornal Diário do Povo.
Pequim garante liberdade para fiéis de religiões como Budismo, Cristianismo e Islamismo, mas os membros do Partido Comunista da China devem ser ateus e não podem realizar práticas "supersticiosas", como visitar adivinhos — uma rotina comum no país. 
Acusações de superstição fazem parte das ferramentas utilizadas pelo actual presidente Xi Jinping para prender oficiais acusados de corrupção. Para Chen Xi, muitos líderes chineses "falharam moralmente".
O líder do Departamento de Organização afirmou que certos políticos chineses perderam a fé no socialismo e admiram o Ocidente e seus conceitos de separação de poderes e sistemas multipartidários. Apesar de não ligar nenhum nome específico às acusações, Chen Xi citou em outras passagens do texto nomes como o ex-chefe de segurança doméstica Zhou Yongkang e o ex-dirigente partidário Sun Zhengcai. Eles foram classificados como "conspiradores políticos".
*
Fonte: https://br.sputniknews.com/asia_oceania/201711169846079-alguns-nao-acreditam-marx-lenin-mas-fantasmas-deuses-acusa-lider-chines/

* * *

Totalitarismo dogmático universalista é mesmo assim: pretende suprimir ideias opostas e também crenças tradicionais, proíbe-as para assim criar o chamado «homem novo«, mas depois os seus servidores usam argumentos de índole fundamentalmente tribal, como acima se lê quando o líder do Departamento de Organização condena os religiosos e os militantes partidários não convictos por acreditarem em «conceitos ocidentais de Democracia», como se o Comunismo do seu partido único não fosse baseado em ideias criadas no Ocidente... Enquanto isso, as religiões tradicionais chinesas, ou Paganismo chinês, ganham força, como aqui se lê: https://en.wikipedia.org/wiki/Chinese_folk_religion


SOBRE A EVENTUALIDADE DE UMA GUERRA ENTRE A RÚSSIA E A CHINA

O The National Interest enumerou recentemente, num artigo de Kyle Mizokami, as armas que a Rússia pode utilizar no caso de uma guerra com a China.
A lista inclui o caça russo de quinta geração Su-57, o bombardeiro estratégico Tu-95, o bombardeiro super-sónico Tu-160, o caça multifuncional de quarta geração Su-35 e o poderoso tanque russo T-14, informa a lenta.ru.
O analista acrescentou no artigo para o The National Interest que a existência de forças armadas com experiência militar muito rica é uma vantagem da Rússia. 
Entretanto, de acordo com Mizokami, as desvantagens são o aspecto económico e geográfico. Segundo ele, seria difícil para a Rússia garantir a presença de contingentes em ambas as partes europeia e asiática do país, mas é pouco provável que a China consiga avançar na sua ofensiva para mais longe do que os Montes Urais (uma cordilheira na Rússia que normalmente estabelece a fronteira entre a Europa e a Ásia). 
O autor enumerou entre as desvantagens a falta de preparação e organização dos soldados russos e as armas envelhecidas. 
No fim, ele acrescentou que a possibilidade de uma guerra entre a Rússia e a China é muito baixa hoje em dia. 
*
Fonte: https://br.sputniknews.com/defesa/201711169846306-cenario-de-uma-guerra-hipotetica-entre-russia-e-china/

* * *

O artigo original, em Inglês, pode ser lido aqui: http://nationalinterest.org/blog/the-buzz/5-ways-think-weapons-russia-would-crush-china-war-23193, onde se diz que uma das vantagens da Rússia sobre a China é a sua superioridade tecnológica e uma das desvantagens é a superioridade económica chinesa. Quanto à parte relativa à probabilidade de tal conflito eclodir, o autor diz que é baixa mas que de qualquer modo já houve alguns confrontos territoriais entre os dois titãs e por isso «nesta altura não é provavelmente boa ideia considerar como dormente qualquer disputa com a China.»

DIA MUNDIAL DO NÃO FUMADOR

O Dia Mundial do Não Fumador comemora-se anualmente a 17 de Novembro.
A data visa sensibilizar as populações para os factores de risco associados ao consumo de tabaco e divulgar as formas mais eficazes para deixar de fumar. É assim um dia de reflexão mas também de acção, podendo ser o dia ideal para se decidir a deixar de fumar.
Rastreios gratuitos e acções de prevenção e sensibilização dos malefícios do tabaco são alguns dos eventos organizados no Dia Nacional do Não Fumador.
Neste dia pode desafiar-se a deixar de fumar. Também pode desafiar um amigo a deixar de fumar consigo. Quem fumar menos por dia e for o primeiro a deixar de fumar ganha.
O tabaco está ligado às principais causas de morte conhecidas. Ele é uma das causas principais do cancro do pulmão, da doença pulmonar obstrutiva crónica e da doença cérebro-vascular, por exemplo.
Falta de ar e tosse compulsiva são alguns dos factores que devem ser vigiados com regularidade pelos fumadores.
A Comissão de Trabalho de Tabagismo da Sociedade Portuguesa de Pneumologia refere que 75% dos jovens portugueses não fumam.
(...)
*
Fonte: https://www.calendarr.com/portugal/dia-mundial-do-nao-fumador/

* * *

Tenho dúvidas da estatística que diz que setenta e cinco por cento dos jovens portugueses não fuma... em Lisboa o mais frequente em sítios de divertimento nocturno é ter de levar com o fumo do tabaco de alguém, que há sempre quem fume e não é pouco. Era uma boa altura, agora mesmo, para aumentar o preço do tabaco e as multas aplicadas aos estabelecimentos que não respeitassem a divisão entre locais de fumo e locais para não fumadores, fazia bem à atmosfera e à economia...

MULHER MORRE QUANDO CONDUTOR DO AUTOMÓVEL EM QUE AMBOS SEGUIAM RESISTIU HOSTILMENTE ÀS AUTORIDADES POLICIAIS

Ivanice Carvalho da Costa, de 36 anos, entrava esta Joves ao serviço no Aeroporto de Lisboa às 04h00. Meia hora antes, apanhou boleia do namorado, sem carta e sem seguro ao volante de um Renault Mégane preto. Este não obedeceu à ordem de paragem da PSP, que procurava um Seat Leon da mesma cor usado por um gang com quem a polícia já tinha trocado tiros depois de um assalto à bomba a um multibanco, às 03h00, em Almada. A PSP diz que o condutor, na fuga, "tentou atropelar os polícias e, acto contínuo, estes foram obrigados a disparar". Mais de 40 tiros, sabe o CM. Ivanice Costa foi atingida no pescoço e morreu. O Renault ficou cravejado de balas da PSP, mais de 20 projécteis das pistolas Glock 9 mm do pelotão de agentes que seguiam na carrinha de uma Equipa de Intervenção Rápida da PSP de Loures. Mas no chão foram recolhidos ontem mais de 40 invólucros – número total de tiros disparados pelos agentes.
A imigrante brasileira morreu, enquanto o namorado foi detido por condução sem carta, desobediência e condução perigosa. Este, com cerca de 40 anos, foi à tarde ouvido pela Judiciária – tal como os cinco agentes da PSP que dispararam e que foram constituídos arguidos. Só hoje, quando for retirado o projéctil alojado no pescoço de Ivanice, na autópsia, se poderá saber em laboratório a que arma de serviço pertence, apurando-se quem fez o disparo fatal. Antes da morte desta inocente, a PSP diz ter trocado tiros com os verdadeiros assaltantes do multibanco, que serão três, numa perseguição a alta velocidade na 2ª circular e junto ao aeroporto. Só que estes, no Seat Leon, acabaram por fugir.
O Ministério Público (MP) está a investigar a morte da mulher, de nacionalidade brasileira, baleada acidentalmente durante uma perseguição policial, na Segunda Circular, tendo seis polícias sido constituídos arguidos, anunciou a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa (PGDL). Numa nota publicada na tarde de hoje na página da internet, a PGDL explica que, na madrugada de Mércores, "no decurso de uma operação montada pela PSP, após o furto com rebentamento de ATM [multibanco], ocorrido em Almada", vários agentes policiais "encetaram perseguição aos suspeitos, vindo a perder-lhes o rasto", prosseguindo os suspeitos em direcção a Lisboa.
Em 2006, António Costa, na altura ministro da Administração Interna, apresentou o sistema de ‘lagartas’ que PSP e GNR iriam usar para travar fugas. Mas este sistema não é usado. Para Peixoto Rodrigues, presidente do SUP, a PSP devia "instituir o uso de lagartas por todas as Equipas de Intervenção Rápida". "Ouvi montes de disparos durante a madrugada"  Edmilson Santos era inquilino de Ivanice Carvalho da Costa, a mulher que morreu ontem de madrugada. Só soube da parte da tarde que ‘Nice’, como era carinhosamente tratada pelos amigos e conhecidos, foi morta a tiro pela polícia. A mulher estava há pelo menos dois anos no nosso País. Ivanice não tinha família em Portugal. Todos os dias saía de casa pouco depois das três da manhã para, uma hora depois, entrar ao trabalho no Aeroporto de Lisboa. Trabalhava sempre até à uma da tarde. Alugava quartos no bairro da Encarnação, em Lisboa. Ontem, Edmilson disse ao Correio da Manhã que ouviu os disparos ali perto, uma vez que Ivanice Costa morreu a poucos metros da casa onde vivia. "Eu ouvi muito barulho mas não imaginava o que se tinha passado. Eram montes de disparos durante a madrugada", disse Edmilson ao nosso jornal. 
Dos sete membros da Equipa de Intervenção Rápida da PSP de Loures envolvidos na morte de Ivanice, dois não dispararam. Um tinha uma caçadeira que não foi utilizada. O outro era o motorista e estava desarmado. Os mais de 40 invólucros recolhidos pela PJ no local em que os agentes da PSP dispararam são todos de calibre 9 mm, correspondentes à pistola Glock 19. Paula Belo, advogada que representa quatro dos agentes, conseguiu a absolvição do chefe Rubino Bettencourt, acusado de agressão num exercício.
*
Fonte: http://www.cmjornal.pt/exclusivos/detalhe/policia-mata-para-travar-carro-em-fuga?ref=HP_Destaque

* * *

Uma morte lamentável, como todas as mortes prematuras, neste caso causada por quem não respeitou a autoridade e, para cúmulo, ainda tentou atropelar um bófia... entretanto ouvi na SIC que o condutor que estava a fugir à polícia se encontra já em liberdade, enquanto vários agentes policiais correm risco de ser prejudicados por terem cumprido o seu dever...

UMA FAMÍLIA AGRIDE UMA ENFERMEIRA E UM SEGURANÇA NUM HOSPITAL DO ALENTEJO...

Uma família de Ferreira do Alentejo que tinha ido ao hospital de Beja para um dos membros ser assistido nas Urgências espancou uma enfermeira e um segurança na madrugada de domingo. Tanto a mulher, de 56 anos, como o homem tiveram de receber assistência médica. As agressões tiveram início quando o paciente, de 26 anos, foi impedido de entrar na sala de tratamentos pelo segurança e informado de que tinha de esperar pela sua vez. Quatro familiares juntaram-se e atacaram o segurança e a enfermeira que o tentou auxiliar. Dois dos agressores foram identificados, mas três fugiram.
*
Fonte: http://www.cmjornal.pt/portugal/detalhe/familia-espanca-enfermeira-e-seguranca-no-hospital-de-beja

* * *


Que «estranho», uma família inteira a agredir pessoal hospitalar... será uma família de alguma minoria étnica cujos membros estão frequentemente envolvidos em cenas destas, mercê da sua agressividade e impunidade gerais?... Ficamos sem saber, uma vez que quem escreve a notícia não dá essa informação...


quarta-feira, novembro 15, 2017

MAIS SANTUÁRIOS PAGÃOS EM CONSTRUÇÃO NA UCRÂNIA....


Depois da edificação do templo de Júpiter, há já outros projectos em construção para honrar outras Deidades da herança religiosa romana. Verdadeira devoção religiosa, sem dúvida...
*
Fonte: https://www.facebook.com/templvm.org/photos/a.1455277891206303.1073741828.1010036605730436/1674738989260191/?type=3&theater

CHÉQUIA TERÁ CONGRESSO DOS PARTIDOS EUROPEUS CONTRÁRIOS À IMINVASÃO

Praga, na República Tcheca, irá sediar um congresso de partidos contrários à imigração. O evento foi confirmado pelo líder do partido de Direita conservadora Liberdade e Democracia Directa (SPD) nesta Mércores (15).
"Vamos discutir um novo modelo de cooperação europeia baseada numa união bem estreita de nações soberanas livres da ditadura de Bruxelas e buscando o benefício mútuo", afirmou Tomio Okamura.
Eleito para o Parlamento da República Checa em Outubro com um discurso contrário aos imigrantes e com críticas à União Europeia, Okamura também confirmou a presença de Marine Le Pen da Frente Nacional de França e do político holandês Geert Wilders, do Partido para a Liberdade.
O evento está agendado para os dias 15 e 16 de Dezembro. A Liga Norte, de Itália, e o Partido da Liberdade da Áustria, também devem participar.
A República Tcheca é um dos países que está em litígio com a União Europeia por não acatar a determinação do bloco europeu de que deve aceitar imigrantes e refugiados. 
*
Fonte: https://br.sputniknews.com/europa/201711159845174-republica-tcheca-sediara-congresso-partidos-contrarios-imigracao/

* * *

A Europa de leste mais uma vez a qualificar-se como potencial bastião da salvaguarda racial europeia...

AMANHÃ - DIA INTERNACIONAL DA TOLERÂNCIA

O Dia Internacional da Tolerância é celebrado anualmente a 16 de Novembro.
A data foi aprovada pelos estados membros da UNESCO após a celebração, em 1995, do Ano das Nações Unidas para a Tolerância.
A celebração do Dia Internacional da Tolerância visa promover o bem estar, progresso e liberdade de todos os cidadãos, assim como fomentar a tolerância, respeito, diálogo e cooperação entre diferentes culturas, povos e civilizações. É um dia destinado não só aos governos e organizações mas também às comunidades e aos cidadãos, cabendo a todos promover a tolerância no seu espaço e no mundo.
Realizam-se neste dia encontros, debates, campanhas de informação, entre outras iniciativas. O ênfase vai para a educação para a tolerância e para as várias formas de injustiça, opressão, racismo e discriminação, assim como para as consequências deste na sociedade.

Declaração Universal dos Direitos Humanos
A instauração da data é baseada na Declaração Universal dos Direitos Humanos, nomeadamente nos artigos 18, 19 e 26:
Todas as pessoas têm direito à liberdade de pensamento, consciência e religião.
Todos têm direito à liberdade de opinião e expressão.
A educação deve promover a compreensão, a tolerância e a amizade entre todas as nações, grupos raciais e religiosos.

*

Fonte: https://www.calendarr.com/portugal/dia-internacional-da-tolerancia/

* * *

Um luxo maioritariamente europeu, o da Tolerância... é aliás graças à Civilização Ocidental que a este ideal tanto se dissemina em todo o planeta...

PETIÇÃO CONTRA AS COMISSÕES BANCÁRIAS INJUSTIFICADAS

Petição para não deixar a máfia bancária sacar ainda mais ao povo do que é costume: https://www.deco.proteste.pt/campanhas/comissoesfora/register

BONITOS E FEIOS NUM LIVRO DE INSTRUÇÃO ESCOLAR TAILANDÊS...


Fonte: https://coconuts.co/bangkok/news/vocabulary-chart-teaches-children-dark-skin-ugly/

* * *

A imagem acima foi há dois anos motivo de escandaleira na Internet. É de um livro escolar tailandês. Claro que quem armou barraca não foi um tailandês mas sim um esquerdista ianque que não gostou de ver ali exposta uma verdade ao alcance da vista de toda a gente de bom gosto...

AVIÕES DE COMBATE NORTE-AMERICANOS TERÃO ARMAS LASER A PARTIR DE 2021...

A empresa tecnológica militar norte-americana Lockheed Martin, anunciou que firmou o novo contrato com o Laboratório de Pesquisas da Força Aérea dos Estados Unidos para desenvolver um laser de alta potência para os seus aviões de combate.
O contrato no valor de 26,3 milhões de dólares (R$ 86 milhões), prevê que o laser fará parte das armas dos caças norte-americanos a partir de 2021. O projecto será realizado no âmbito do programa militar norte-americano de desenvolvimento de armas laser defensivas para os seus caças, conhecido como SHiELD.
Os planos dos EUA de desenvolver um laser potente que possa equipar um caça não são novos. No início de 2017, o Pentágono anunciou que realizou com êxito as provas finais da inovadora arma laser. Esta arma foi o resultado de mais um contrato com Lockheed Martin. Entretanto, aquele laser alcançou apenas 60 kW de potência. Agora, o objectivo é fazê-lo mais potente e compacto. "Conseguir criar um laser tão pequeno que coubesse num caça é uma tarefa completamente nova […] O desenvolvimento de laser de alta intensidade […] mostra que a tecnologia que torna possível a criação deste tipo de arma laser é uma realidade", disse Rob Afzal da Lockheed Martin.
No entanto, os EUA não são o único país que está desenvolvendo esse tipo de arma. A Rússia está testando as armas laser desde 2009, intensificando consideravelmente o processo a partir de 2017, e não apenas para os aviões.
No Outono de 2016, a China também equipou um camião militar convencional com um canhão laser de 30 kW, suficiente para destruir aviões e helicópteros.
*
Fonte: https://br.sputniknews.com/defesa/201711109801770-pentagono-caca-laser/

* * *

Ah, sonho de infância a ser realizado...

terça-feira, novembro 14, 2017

PETIÇÃO PELA ABOLIÇÃO DA TOURADA E DE TODOS OS ESPECTÁCULOS COM TOIROS

Para: Presidente da República; Primeiro-Ministro; Assembleia da República

Considerando que: 

a) a ciência reconhece inquestionavelmente a maioria dos animais, incluindo cavalos e touros, como seres sencientes, capazes de sentir dor e prazer, físicos e psicológicos, bem como sentimentos de medo, angústia, stress e ansiedade; 

b) as touradas gozam em Portugal de um injustificado regime de excepção legal, pois o ponto 2 do Artigo 3.º da Lei n.º 92/95 de “Protecção aos animais”, que diz que “As touradas são autorizadas nos termos regulamentados”, contradiz frontalmente o ponto 1 do Artigo 1.º da mesma lei, que declara que “São proibidas todas as violências injustificadas contra animais, considerando-se como tais os actos consistentes em, sem necessidade, se infligir a morte, o sofrimento cruel e prolongado ou graves lesões a um animal”, o que é manifestamente o caso das touradas; 

c) a maioria da população portuguesa é contra a tauromaquia, conforme mostra um estudo realizado em 2007 pelo Centro de Investigação e Estudos de Sociologia do ISCTE; 

d) as touradas ofendem a fé e o sentimento maioritariamente cristãos e católicos do povo português, pois a Bíblia apresenta os animais como criaturas de Deus (Génesis, 1, 24) e o Catecismo Católico declara ser “contrário à dignidade humana fazer com que os animais sofram ou morram desnecessariamente”, doutrina recentemente recordada pelos Papas João Paulo II e Bento XVI; 

e) o artigo 9.º da Constituição da República Portuguesa consagra como tarefa fundamental do Estado “promover o bem-estar e a qualidade de vida do povo”, o que se contradiz pela permissão das touradas, que ofendem o sentimento maioritário da população e contribuem para a degradação moral de quem obtém prazer estético e psicológico com o sofrimento dos animais; 

f) as touradas são uma das expressões de uma cultura da insensibilidade e da violência que degrada quem a pratica e promove, o que ofende o Artigo 1.º dos “Princípios fundamentais” da Constituição da República Portuguesa, que proclama Portugal como “uma República soberana, baseada na dignidade da pessoa humana”; 

g) vários estudos e especialistas concordam que a prática e a aceitação da violência contra os animais predispõe para a prática e a aceitação da violência contra os homens; 

h) o progressivo abandono de tradições retrógradas, contrárias a um sentido humanista de cultura como aquilo que contribui para nos tornar melhores seres humanos, é o que caracteriza a evolução mental e civilizacional das sociedades e melhor corresponde à sensibilidade contemporânea; 

i) a existência de touradas no século XXI constitui um embaraço para Portugal perante a comunidade internacional, configurando a imagem de um país com pessoas e práticas bárbaras; 

j) a abolição das touradas é compatível com a manutenção da sua coreografia, sem a utilização de animais, num espectáculo em que se preserve a estética tradicional e que possa converter-se na atracção turística que as touradas não são e nunca foram, pela repulsa que geram nos cidadãos estrangeiros (a evolução dos costumes ditou o mesmo em muitas culturas, convertendo antigas práticas marciais, com mortes e derramamento de sangue, em artes lúdicas, como no caso do kendo japonês e da capoeira afro-brasileira, entre muitos outros exemplos); 

l) a abolição das touradas vem na linha humanista da abolição da pena de morte, em que Portugal foi pioneiro, e promoverá a imagem de Portugal em todo o mundo, sendo um contributo decisivo para o país mais ético que todos desejamos, esse “país mais livre, mais justo e mais fraterno” consagrado no “Preâmbulo” da Constituição da República Portuguesa; 

Vimos por este meio solicitar que se aprove legislação no sentido de abolir completamente as touradas e todos os espectáculos com touros, sob qualquer forma, em todo o território nacional, convertendo-se as actuais praças de touros em museus e casas de cultura onde se preserve informação sobre uma prática ultrapassada e onde se promovam actividades humanitárias e de introdução dos jovens e do público em geral a um maior conhecimento e sensibilidade para com a natureza e os seres vivos, criando postos de trabalho onde se podem inserir muitas das pessoas agora dedicadas às actividades tauromáquicas. 

Para assinar, aceder a esta página: http://peticaopublica.com/pview.aspx?pi=010BASTA

MERCADO NATALÍCIO DOS CAMPOS ELÍSIOS NÃO SE REALIZA ESTE ANO

Na capital de França, onde outrora vivia a tribo gálica dos Parisi, o famoso mercado de Natal dos Campos Elísios não terá lugar este ano. É considerado o principal mercado natalício parisiense e atrai por ano quinze milhões de visitantes.
Um porta-voz da câmara municipal de Paris diz que a ideia é «focar-se em oferecer aos visitantes e parisienses mais eventos atraentes e inovadores que irão promover os Campos Elísios numa dimensão cultural e estética no que respeita a manter a excelência deste sítio.»
O mercado natalino dos Campos Elísios tem sido realizado desde 2008 mas alegadamente devido a uma longa disputa de carácter contratual não se fará este ano. De acordo com o responsável pelo turismo na cidade, «o mercado não era suficientemente bom para Paris.» O organizador do mercado, Marcel Champion, rejeita a afirmação: «Temos um contrato de seis anos com a cidade que está a ser posto em causa após meros dois anos.»
Passa-se isto na cidade que todos os anos organiza festas especiais de Ramadão...
*
Fonte: https://www.jihadwatch.org/2017/11/paris-cancels-christmas-market-holds-special-ramadan-party-every-year

* * *

Espero sinceramente que isto seja uma notícia falsa, ou um boato, já basta de dimitude, ainda é demasiadamente cedo para isto...